31/07/2021 às 08h48min - Atualizada em 31/07/2021 às 08h48min

Acusado de estuprar mulher em Brazlândia é preso novamente pela PCDF

Em 13 de julho, Marcos se apresentou à delegacia na companhia do advogado de defesa. Ele ficou preso por nove dias em razão do mandado de prisão temporária, mas foi solto em 21 de julho. Nessa quinta-feira (29/7), a Justiça determinou a prisão preventiva do homem

Pela segunda vez, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu o acusado de amordaçar e estuprar uma mulher, de 57 anos, no Núcleo Rural de Curralinho, em Brazlândia. Marcos Rodrigues da Silva, 23, havia sido solto pela Justiça em 21 de julho, mas foi detido preventivamente nessa sexta-feira (30/7). Marcos foi identificado pelos investigadores da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia) em 12 de julho, após a polícia analisar as imagens do circuito interno de segurança e flagrar o acusado caminhando por uma rua de Taguatinga, depois de abandonar o carro da vítima.
 
Em 13 de julho, Marcos se apresentou à delegacia na companhia do advogado de defesa. Ele ficou preso por nove dias em razão do mandado de prisão temporária, mas foi solto pela Justiça em 21 de julho.
 
A 18ª DP requisitou, então, à Justiça o mandado de prisão preventiva, que foi deferido pela Vara Criminal de Brazlândia. Na tarde dessa sexta-feira, os policiais prenderam Marcos na chácara da mãe, na mesma região administrativa. Agora, ele deve seguir para o Complexo Penitenciário da Papuda.
 
O crime
 
Na madrugada do dia 6 de julho, Marcos invadiu uma chácara e estuprou uma mulher de 57 anos. O homem chegou à chácara a pé. Segundo o relato do enteado da mulher, o acusado arrombou a porta com um ferro, invadiu a residência com um facão e foi para o quarto onde dormiam a vítima e o marido, um idoso de 75 anos. "Ele a amordaçou e cometeu o estupro. Meu pai sofreu um AVC há um tempo e não consegue levantar da cama, então permaneceu deitado. A família está completamente abalada", disse em entrevista ao Correio à época. Marcus permaneceu na residência por cerca de 30 minutos. Após cometer o abuso, ele roubou botijão de gás que estava na cozinha, leite, linguiça, cerveja e produtos de limpeza, como detergente. Levou, ainda, o carro do casal, um Prisma de cor prata. "Nunca tinha acontecido uma situação como essa por aqui. Todos os moradores se conhecem e é muito raro acontecer um crime desse potencial nessa região", lamentou o enteado.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego