12/08/2021 às 07h11min - Atualizada em 12/08/2021 às 07h11min

Pedófilo preso armazenava 260 giga de vídeos de sexo com crianças

Antes de ser preso, ele xingou agentes durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão: "Não vou abrir para civil filho da puta"

Celimar de Meneses e Carlos Carone
METRÓPOLES
A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta quarta-feira (11/8), um homem que mantinha 260 gigabytes de pornografia infantil em notebook, celular e HD externo. A ação foi feita pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).
 
 
Os policiais cumpriam mandado de busca e apreensão. Em frente à casa do suspeito, os agentes viram luzes acesas no imóvel e bateram palmas. De dentro do imóvel, porém, o investigado xingou a equipe: “Não vou abrir para civil filho da puta” e “policiais disfarçados”. Os policiais precisaram arrombar a porta.
 
Durante o cumprimento do mandado, foi localizado no quarto do acusado grande quantidade de material pornográfico, como revistas e fotos impressas, inclusive de crianças.
 
Os agentes apreenderam notebook, celular e HD externo. Ainda na residência, em breve verificação do computador, o perito criminal encontrou fotos e vídeos pornográficos com crianças, por isso foi dada voz de prisão e o suspeito foi encaminhado à DPCA.
 
Mais tarde, na delegacia, a varredura pelos eletrônicos apreendidos localizou toda a quantidade de arquivos de fotos e vídeos de pornografia infantil. O material foi encaminhado ao Instituto de Criminalística para confecção de laudo preliminar.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego