20/10/2016 às 08h09min - Atualizada em 20/10/2016 às 08h09min

Delação Premiada: Abraço de afogado

Blog do Mino





 

Mosquitos que entram nas bocas abertas de ex-liados e hoje adversários do governador de Goiás Marconi Perillo estão sendo vomitados em forma de delação premida. O primo a soltar o berro, como se Grilo Falante fosse, foi o boquirroto Fernando Cavendish.

Fez-se Cavendish fez de tucano que voa rápido pousou em Curitiba. Lá, sem papas no bico, deixou claro par a Força Tarefa cópias autenticadas e planilhas originais onde O empreiteiro dono da Construtora Delta foi flagrado em áudio em 2012, divulgado com exclusividade por QuidNovi, dizendo o preço de um senador para abocanhar obras públicas. Os registros são claros: dinheiro público foi desviado para beneficiar políticos corruptos.

Ouça áudio: Cavendish fala 30 milhões o preço de um senador.O dossiê foi fatiado junto a outras ações que correm contra o governador de Goiás. Agora sabe-se que Perillo está com os dias contados. Informações de bastidores indicam que Cavendish transferiu para Moro a senha que dá acesso a caverna de Ali Babá.  A promessa de Cavendish faz o juiz Sérgio Moro preparar planilhas para os tucanos de alta plumagem.

As riquezas contadas na história bíblica do Rei Salomão são velhas moedas se comparadas ao que Perillo montou. Propinas fruto das obras do PAC em Goiás, com o aval da petista Dilma Rousseff, seriam suficientes pra construir a mitológica Cidade de Ouro, conhecida por El Dourado, erguida pelos incas na Amazônia. Definitivamente, o governador de Goiá, que comanda o Estado há duas décadas, entrou no meio do furacão.

A carreira política foi meteórica. Ele foi criado na pequena cidade de Palmeiras, no interior de Goiás, onde seus pais eram pequenos comerciantes. O jovem deixou o interior e foi morar com seus tios Jorge e Maria Conceição em Goiânia.

Em 1987, com 24 anos, Perillo foi trabalhar com o governador de Goiás Henrique Santillo, onde ficou até 91. O jovem assalariado mal tinha dinheiro para se vestir. Em 94 conquistou seu primeiro mandato de deputado federal; daí para a frente, garimpando na política, chegou ao Palácio das Esmeraldas.

Hoje a política deu ao primeiro tucano de plumas vistosas de Goiás uma classificação como um dos milionários do Estado. A Operação Lava Jato desnuda a trajetória de Perillo e mostra a receita que fez ele resgatar a velha prática do velho coronelismo rico e poderoso que mandava no Estado.

Cavendish, o delator que está jogando na Perillo e seus asseclas na lama, veio á tona na Operação Monte Carlo, em 2012, que levou para cadeia para a cadeia junto com ele seu comparsa Carlinhos Cachoeira, dono do jogo do bicho no Centro-Oeste. Agora, preso desde junho na Operação Saqueador, da Polícia Federal, o empresário decidiu abrir o bico e revelar o esquema de propina envolvendo não apenas o PSDB, como também o PMDB, em Goiás.

Na proposta de delação premiada, entregue aos procuradores do Ministério Público Federal, Cavendish propõe contar desvios praticados em Goiás, onde firmou contratos com o governo do tucano Marconi Perillo e municípios do Estado que somam ao menos 276 milhões de reais.

O empresário também detalha na proposta de colaboração de supostas irregularidades para obter contratos com o Dnit. No anexo, ele explica como se deu o pagamento de vantagem indevida na disputa por obras de ao menos quatro rodovias federais – as BRs 482, 376, 104 e 101. A proposta é o primeiro passo para a delação, que precisa ser aceita pelo Ministério Público.

Nunca é tarde recordar que na CPI do caso Cachoeira, o deputado Odair Cunha (PT-MG), viu desmoronar o trabalho intenso de 5,3 mil páginas, que foi rejeitado pela comissão, com votos de vários partidos da base aliada, como PP, PR e, principalmente, PMDB. “Fui derrotado pelo triângulo formado pelos interesses do bicheiro Carlos Cachoeira, do empreiteiro Fernando Cavendish e do governador Marconi Perillo”, alfinetou.

Agora o ninho de Marconi está na mirados federais. Os tiros são certeiros. E há que sustente que apenas um disparo servirá pra espalhar penas para todos os lados.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego