25/06/2017 às 07h36min - Atualizada em 25/06/2017 às 07h36min

Motorista embriagado invade casa e fere quatro crianças em Santa Maria

A casa invadida fica na QR 120 de Santa Maria. Na delegacia, o teste do bafômetro confirmou a embriaguez

Um motorista que dirigia um Fiat Uno azul derrubou o portão e invadiu uma casa na QR 120 de Santa Maria, por volta das 16h deste sábado (24/6). Três crianças que estavam na residência e uma que seguia no veículo ficaram feridas. O condutor, Jeferson Antônio Rodrigues da Costa, estava sem documentos, mas afirmou ao Corpo de Bombeiros ter 26 anos. Na delegacia, o teste do bafômetro confirmou a embriaguez. 
 
 
Ainda segundo a corporação, um menino de doze anos foi transportado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com suspeita de traumatismo crânio-encefálico (TCE) moderado. Já uma menina de sete anos foi atendida com suspeita de lesão na perna esquerda. Um menino de quatro anos, filho do condutor e que estava no banco dianteiro do veículo, sofreu um edema na cabeça e corte na boca e foi transportado pelo Corpo de Bombeiros. 
 
Outra criança, um menino de doze anos, estava com suspeita de fratura na costela. Todos foram levados para o Hospital de Base de Brasília e estavam conscientes, estáveis e orientados. Já o condutor foi transportado pela Polícia Militar até o Hospital Regional de Santa Maria e posteriormente para a 33ª Delegacia de Polícia. 
 
Policiais militares que estavam no local disseram que o motorista parece ter entre 20 e 25 anos e que estava aparentemente embriagado. Antes de invadir a casa, ele ainda bateu em um Renault Sandero vermelho. Também segundo os PMs, o carro pertence ao pai do motorista. O filho teria feito uma chave extra para usar o veículo sem que o pai soubesse. O motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhado à 20ª Delegacia de Polícia. 
 


Casa abriga curso bíblico para crianças 

O portão derrubado dá acesso a uma garagem onde as crianças estavam na hora do desastre, aguardando o início de uma aula de leituras bíblicas que ocorre na residência. Segundo Saulo Cruz, 31 anos, instrutor da aula, é comum ter cerca de 20 crianças por sábado. "A sorte é que tinha menos gente aqui. O motorista estava visivelmente bêbado, não conseguiu nem fugir. E ainda levava o filho dele, uma criança nova, no banco da frente", contou. 
 
"Essa casa vive lotada de criança todo sábado. Minha filha viria. Deus deu o livramento de não pegar mais gente. A rua é cheia de crianças brincando. A sorte é que não tinha ninguém na hora. Ele teria matado alguém", contou uma vizinha, que preferiu não se identificar. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego