26/11/2017 às 07h53min - Atualizada em 26/11/2017 às 07h53min

Acusado de estuprar enteada de 3 anos diz que agiu sob influência de ‘entidade espiritual’

Preso na última quarta-feira (22) acusado de estuprar a enteada de 3 anos, um homem alegou à polícia que cometeu o crime sob influência de uma ‘entidade espiritual’. Os abusos teriam no último dia 15, na casa da criança, na Estrutural.

Na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), embora ele afirmasse não se recordar de nada, disse acreditar que pode ter agido por vontade de um espírito chamado “Exu das almas preciosas”. Segundo relatos de testemunhas aos agentes, ele teria sido “possuído” durante um culto religioso, do qual participou a convite do sogro e da companheira.
O padrasto da menina foi indiciado e encaminhado à carceragem da Polícia Civil, onde permanece à disposição da Justiça.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego