13/03/2018 às 06h16min - Atualizada em 13/03/2018 às 06h16min

Alunos denunciam professor por comentário racista

Entre as agressões publicadas em rede social, o docente disse odiar pretos e pardos

Jbr

Um professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo foi denunciado por alunos após publicar um comentário preconceituoso no Facebook, no último sábado (10). No post, o docente José Guilherme de Almeida afirmou ter ódio de negros e pardos, e ainda descreveu a alimentação deles como “macabra”.

“Horror de turismo. Odeio pretos e pardos falando muito e comendo de tudo por muito tempo, em bandos, nos hotéis três estrelas de orla de praia! Um café da manhã macabro com tanta algazarra e gulodice. Alguém consegue comer carne de sol logo cedo lotando o prato por 3 vezes? Eles conseguem, todos! Queria ser muito rico e ter o café no meu quarto sempre nu e escutando Mozart”, escreveu.

Na última semana, o professor já havia se envolvido em polêmica após publicar um comentário sobre o Dia da Mulher. Na ocasião, após grande repercussão, ele apagou a mesagem, mas o print do post já havia viralizado.

Em nota, o Instituto Federal de São Paulo afirmou: “Em relação à publicação, em rede social privada, de servidor do Câmpus São Paulo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, no último fim de semana, o IFSP informa que teve conhecimento, por meio da mídia, do texto divulgado pelo docente”.

“O IFSP declara que repudia quaisquer formas de preconceito e discriminação dentro ou fora de seus muros, seja por parte de um servidor ou de outro cidadão. A Instituição se compromete com a construção de uma sociedade plural e de múltipla representatividade. Nesse sentido, vale lembrar que o IFSP mantém grupos de debates, abertos à comunidade interna e externa à Instituição, que abordam tais temas em sua agenda.”


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego