15/08/2018 às 07h02min - Atualizada em 15/08/2018 às 07h02min

PCDF fecha prostíbulo na Asa Sul que cobrava até R$ 200 por programa

Mulheres pagavam R$ 30 por dia para utilizar o ambiente (foto em destaque). Programas eram marcados por meio do WhatsApp e telefone

Metrópoles

Uma casa de prostituição na quadra 514 Sul, na Avenida W3, foi fechada nessa terça-feira (14/8) por agentes da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). A polícia chegou até o local depois de receber uma denúncia anônima.

Os policiais encontraram cinco mulheres no prostíbulo. De acordo com os agentes, elas cobravam entre R$ 50 e R$ 200 por programa. Uma gerente da casa foi presa em flagrante pelo crime de manter estabelecimento para fins de exploração sexual. A pena por esse crime é de dois a cinco anos de prisão.

Outra mulher, que seria a dona do estabelecimento, foi identificada e será indiciada pelo mesmo crime. Foi apurado que as mulheres que atendiam no local pagavam a quantia de R$ 30 por dia para utilizar o ambiente. Os policiais também encontraram cadernos com anotações referentes aos programas, além de caixas de preservativo.

Os programas eram marcados por meio do WhatsApp ou por telefone. As garotas que trabalhavam no local também mantinham, de acordo com os policiais, anúncios em sites especializados. Elas recebiam o pagamento pelos programas semanalmente, com o desconto das diárias sendo automático, de acordo com a investigação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego