06/12/2018 às 07h43min - Atualizada em 06/12/2018 às 07h43min

Ricardo Lewandowski, Ministro Indicado Por Lula, Envergonha O STF

Blog do Donny Silva

A montagem abaixo diz tudo sobre o comportamento nada cívico do ministro Ricardo Lewandowski, indicado em 2006 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal. A gratidão ao PT  é tanta, que o ministro mandou soltar o líder petista Zé Dirceu, acusado de vários crimes. Nesta semana, o ministro mandou prender um advogado que afirmou  ter vergonha do STF. Boa parte dos brasileiros sérios tem vergonha sim da postura nada cívica e até debochada de alguns ministros que acham que são verdadeiros deuses no Olimpo e que não precisam ouvir a voz das ruas.

E não é só um advogado que afirma que tem vergonha do STF. Em março deste ano, o colega de Lewanowski, ministro Luis Roberto Barroso disse dentro do plenário que o também ministro Gilmar Mendes  envergonha o STF. “Me deixa de fora desse seu mau sentimento, você é uma é a mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia. Vossa Excelência nos envergonha. Sozinho desmoraliza o tribunal, não tem patriotismo, tem sempre interesse por trás que não é o da Justiça. Coisa horrorosa. Vergonha. Muito feio isso”, disse Barroso ao colega Gilmar Mendes. E Lewandowski não mandou prender Barroso…

Em 2016,  um despacho do então presidente do STF, Ricardo Lewandowski deu a Sérgio Moro um prazo de 48 horas para esclarecer a decisão de ter autorizado a divulgação de conversas gravadas envolvendo o ex-presidente Lula.

A decisão atendia a defesa de Lula que tentava suspender as investigações da Lava Jato em primeira instância. O ‘pixuleco’ quis se dar ao luxo de ser julgado pelo STF, mesmo não possuindo foro para tal, e o doutor Lewandowski, que tentou constranger Sérgio Moro,  caiu do cavalo!

Mesmo que as interceptações telefônicas feitas na investigação fossem derrubadas, isso não teria efeito diante das denúncias que o MPF tinha contra o petista. Em momento algum os grampos telefônicos foram utilizados para instruir os processos da Lava Jato.

As conversas inadequadas e criminosas de Lula tiveram a consequência que Moro pretendia: Mostrar para os brasileiros como Luís Inácio, Dilma e cia agiam no submundo da política.

Recentemente Lewandowski autorizou o presidiário Lula a dar entrevistas de dentro da cadeia, num gesto puramente politiqueiro semanas antes das eleições, e ainda liberou recurso sobre a soltura de Lula e cobrou análise de segunda instância.

Ministros indicados por petistas acham que são os donos do mundo, e continuam arrogantes e prepotentes. Basta ver suas decisões, omissões e afirmações. Os tempos são outros e talvez uma CPI do STF possa desvendar o que há por trás de decisões tão estranhas e controversas nos últimos tempos. Ninguém está acima da lei. Nem mesmo ministros do judiciário.

É preciso que o STF respeite o Brasil e os brasileiros que pagam os altos salários e mordomias dos ministros. E para matar a saudade do momento épico do embate entre ministros do STF, assista ao vídeo na postagem acima..

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »