17/01/2019 às 15h50min - Atualizada em 17/01/2019 às 15h50min

Silvio Assis o caloteiro

Nilton Magalhães
Da redação Toda Hora

 

Após quase quatro anos respondendo por diversos processos trabalhistas, e sendo carregado como “peixe morto” nas costas, pelo então investidor Silvio Assis que assim se dizia, o portal de notícias Fato Online de Brasília já não está mais on-line. Para quem não sabe, o projeto dos sonhos virou um pesadelo.

O portal foi lançado em 2015 e tinha uma enorme estrutura, desde a redação com equipamentos de alta tecnologia, a TV Fato, dois caminhões móveis, e vários veículos de locomoção para reportagem. Sem contar a renomada equipe de jornalistas escolhidos à dedo como: Cecília Maia, Rudolfo Lago, Orlando Brito, Lúcio Vaz, dentre outros que passaram pelos melhores órgãos de comunicação do país.

Jornalistas do Fato Online em 29 de Fevereiro de 2016 quando deflagaram a greve Foto:Divulgação

A decadência deu início em atrasos dos salários de dezembro até fevereiro, desde a faxineira até o mais alto cargo de confiança. Segundo informações até hoje ninguém recebeu nenhum centavo. A pergunta que não quer calar é, qual foi o paradeiro dos equipamentos após o calote? Agora está nas mãos da Justiça a árdua missão de ao menos fazer o caloteiro pagar o que deve.

Um dos veículos da TV Fato Foto: Nilton Magalhães

ATENÇÃO! Até anteontem, o citado portal “Fato Online está fora do ar”, não sabemos por qual motivo, talvez possivelmente em manutenção, ou mudou de servidor. Confira: www.fatoonline.com.br

Edição: Josiel Ferreira


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego