19/01/2019 às 19h12min - Atualizada em 19/01/2019 às 19h12min

​ANÁLISE DE UM ESPECIALISTA JURÍDICO SOBRE O FLAVIO BOLSONARO:


 
"- Muitos acreditam inocentemente que o Flavio Bolsonaro deve se submeter bovinamente a uma investigação do MP, sem tentar JUDICIALMENTE impedi-la.
 
Isso é infantilidade, e eu vou explicar o porquê.
 
Se estivéssemos diante de um cidadão comum, eventualmente a filosofia "quem não deve não teme" até poderia funcionar.
 
Mas o Flavio é APENAS o filho do Presidente e o Queiroz na lista do COAF é o décimo sétimo na linha de investigação.
Em primeiro lugar está o presidente do PT da Alerj com desvio de 41 milhões, mas o Flávio não é filho de qualquer Presidente.
 
É do Presidente que está demitindo milhares de macacos velhos de Brasília e ameaçando reformar a Previdência dos servidores públicos contratados antes de 2003, que têm aposentadoria integral, mas que podem perder esse privilégio.
 
É o cara que anunciou cortar toda a verba do governo federal as emissoras de televisão e jornais.
 
É o presidente que fez a limpa nos cargos comissionados e pra piorar suspendeu contrato com Ongs e exonerou outros funcionários.
 
Abrir uma investigação contra Flavio é a chance perfeita para se investigar indiretamente o Presidente (cheque da Michelle ou o que mais aparecer com o Queiroz).
 
Vão procurar pelo em ovo para tentar transformar o Presidente em um Temer e paralisar seu governo, como fez o Janot.
 
O risco de uso político dessa investigação é altíssimo, OBVIAMENTE.
 
Aconteceu isso com o Temer e está acontecendo isso hoje até mesmo com o Trump, nos Estados Unidos (e olha que lá usaram até garota se programa), que está sendo devassado violentamente sem motivo justo.
 
Se o Flavio tem argumentos jurídicos para barrar uma investigação que pediu ilegalmente a quebra do sigilo bancário dele, deve ele então usá-los todos, porque isso pode virar uma caça às bruxas, simplesmente por ser ele quem ele é.
 
Seu caso NUNCA será investigado como se ele fosse um cidadão comum, com base na Constituição ou na lei.
 
E se o Flavio conseguiu uma liminar no STF, acreditem, é porque ele tem ao menos um princípio de razão.
 
Esse STF é hostil aos Bolsonaros.
Só sai liminar favorável ali para Bolsonaros se houver bons fundamentos.
 
Não podemos exigir SUBMISSÃO do Flavio e do Presidente.
 
Eles têm que lutar.
 
E até que apareçam provas, não podemos nos afrouxar e retirar apoio.
Em uma briga, primeiro você ajuda o amigo a bater e se defende junto, para DEPOIS você ver quem é que está certo.
 
Mas SUBMISSÃO jamais!
 
Um processo judicial tende a ser uma guerra simétrica.
 
Mas processos judiciais politizados são palcos de guerra assimétrica, irregular.
Jogo sujo.
 
NÃO SEJAM INOCENTES. ISSO NÃO TEM NADA A VER COM CONSTITUIÇÃO, LEIS, DIREITO OU JUSTIÇA.
 
E vejam como eu estou certo: no caso dos cheques da Michelle, que é um desdobramento do Queiroz e do Flavio, FIZERAM UM ESCÂNDALO ANTES DE TERMINAREM A INVESTIGAÇÃO.
 
Se o propósito fosse de apurar apenas, sem uso político, ISSO NÃO TERIA OCORRIDO.
 
O Olavo de Carvalho tem um vídeo dizendo que Watergate foi pretexto para derrubar Nixon.
 
A JBS foi pretexto para derrubar Temer.
 
E querem transformar o Queiroz em pretexto para derrubar Jair Bolsonaro.
Não caiam nessa.
 
CAUTELA nesse momento é FUNDAMENTAL.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego