28/01/2019 às 19h56min - Atualizada em 28/01/2019 às 19h56min

Médicos fizeram “obra de arte” em cirurgia de Bolsonaro, diz porta-voz

Presidente passará as primeiras 48 horas após o término da operação em repouso total BRASIL

METRÓPOLES

Boletim médico lido pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, na tarde desta segunda-feira (28/1), informa que a cirurgia à qual o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se submeteu no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para a retirada da bolsa de colostomia, foi exitosa, mas que, devido às aderências existentes na região abdominal do paciente, demandaram uma “verdadeira obra de arte do corpo clínico”.

Segundo Rêgo Barros, essas aderências foram o motivo da duração da intervenção cirúrgica, cerca de 7 horas – das 8h30 até 15h30. “[A cirurgia] ocorreu sem intercorrências e sem necessidade de transfusão de sangue”, informou o porta-voz. O paciente passará as primeiras 48 horas após o término da cirurgia em repouso total.

“O paciente está na UTI, clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda”, disse.

“A cirurgia foi realizada de forma muito cuidadosa”, completou Rêgo Barros. “Por conta das duas cirurgias anteriores, havia muitas aderências no presidente. Exigiram do copo médico uma verdadeira obra de arte”, encerrou o porta-voz, agradecendo ao corpo médico.

Leia o boletim médico do Albert Einstein:

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego