10/02/2017 às 07h41min - Atualizada em 10/02/2017 às 07h41min

PGR investiga 413 pessoas físicas e jurídicas na Lava Jato

Em novembro de 2016, eram 364, mas houve alteração no método de contagem

G 1

Através da Procuradoria-Geral da República, a Operação Lava Jato investiga 413 pessoas físicas e jurídicas, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (9). Em novembro de 2016, eram 364, mas houve alteração no método de contagem.

 

Antes, o número contabilizava apenas quem era investigado nos inquéritos. Agora, aqueles que têm o nome citado em petições e medidas cautelares da Lava Jato também passaram a fazer parte do somatório geral.

 

Esses investigados foram divididos em 85 inquéritos relacionados à operação, quatro a mais do que haviam em novembro do ano passado.

 

Na ocasião, a PGR tinha produzido 15 denúncias. Agora, existem 20, além de outros dois aditamentos – soma de informações – nas denúncias feitas anteriormente.

 

No balanço divulgado, a PGR afirma ter repatriado R$ 79 milhões, realizado 19 sequestros de bens e quatro sequestros de valores no âmbito da Operação.

 

Os procuradores afirmam ainda terem produzido 1925 manifestações, 171 buscas e apreensões, 156 quebras de sigilo fiscal, 215 quebras de sigilo bancário, além de 147 quebras de sigilo telefônico, 34 de sigilo telepático e 5 de sigilo  de dados.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego