07/10/2016 às 00h00min - Atualizada em 07/10/2016 às 00h00min

LANÇADA A FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO TURISMO

Eliane Araujo
Assessoria do deputado distrital Wasny de Roure
O lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Turismo no DF aconteceu durante a Comissão Geral proposta pelo deputado Wasny de Roure, na tarde desta quinta-feira(16) no plenário da Câmara Legislativa. O parlamentar defende ações conjuntas entre o empresariado e os órgãos do governo para incrementar o turismo na região. “É preciso, que juntos, formulemos um plano estratégico para o turismo no DF, englobando políticas públicas, incentivando novos negócios e promovendo a manutenção dos pontos turísticos da capital”, destacou Wasny na abertura.
     O lançamento contou com a presença do ex-senador Aldemir Santana, presidente da Fecomercio, do presidente da ABAV (Associação Brasileira de Viagens do DF), Carlos Vieira, da subsecretária de produtos e Políticas de Turismo da secretaria Adjunta de Turismo do DF (Setur-DF), Caetana Alves, do presidente do Sindicato de Turismo Rural e Ecológico do DF (Ruraltur), Fragmar Diniz,  do representante do Brasília Convention Bureau, Delfim da Costa e do diretor do IFB (Instituto Federal de Brasília), do Riacho Fundo, Sérgio Gomes.
O deputado Wasny de Roure destacouque o turismo é hoje uma das forças econômicas que mais crescem no mundo e lamentou que a atividade esteja estagnada em Brasília. Para ele, “a capital possui uma enorme vocação turística, que inclui os campos do negócio, cívico, religioso e ecoturismo, entre outros”. Na opinião do distrital, o investimento em turismo é uma excelente alternativa de novas receitas e geração de renda e emprego.
Turismo é forte no DF
O deputado Wasny também pediu a união de forças entre a CLDF, o Executivo e a iniciativa privada para alavancar o turismo local. Para Wany, a nova Frente tem três prioridades: a alteração da legislação atual do setor visando a implantação de políticas públicas de incentivo ao turismo, a reformulação do Fundo de Fomento do Turismo e a disponibilização de recursos no Orçamento do DF.
O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, reforçou a importância de fortalecimento do segmento, destacando que ele envolve vários setores da economia local. Santana disse que é necessário preparar Brasília para se tornar um importante destino turístico. Segundo ele, menos de 10 por cento da população brasileira conhece sua capital federal. "Nosso potencial é enorme, mas temos que nos preparar para receber as pessoas", completou.
O presidente da Associação Brasileira das Agência de Viagens (ABAV) do DF, Carlos Vieira, pediu que a Frente Parlamentar atue na aprovação de leis que favoreçam mais oportunidades de negócio. Segundo ele, o DF conta hoje com cerca de 450 agências de viagens gerando emprego e renda.
Fragmar Diniz, presidente do Sindicato do Turismo Rural e Ecológico do DF – Ruraltur, cobrou maior investimento do governo no segmento. De acordo com ele, em vários países da Europa o governo financia integralmente os projetos de turismo rural a fundo perdido, apenas exigindo a geração de emprego. Para Diniz, o potencial do turismo ecológico e rural do DF ainda é pouco aproveitado.
Também estiveram presentes os deputados Chico Vigilante, Joe Vale  eAgaciel Maia, além da subsecretaria de Produtos e Políticas de Turismo da secretaria-adjunta de Turismo, Caetana Pimenta; o presidente da Federação dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade do DF – FETRATUH, Vera Lêda Ferreira de Morais, e o diretor geral do campus Riacho Fundo do Instituto Federal de Brasília – IFB, Sérgio Gomes.
Concurso para escolha da marca
   Durante o debate também foi anunciada a realização de um concurso para escolha de uma marca para Brasília, que identifique o potencial turístico da capital. A campanha é uma iniciativa da Fecomércio para encontrar uma identidade para o turismo local, que hoje ocupa apenas o 9º no ranking nacional da atividade.
   Especialistas vão selecionar 10 marcas entre as inscritas, que serão em seguida analisadas por alunos e professores de diversas instituições de ensino superior. Três marcas serão então escolhidas e submetidas à votação online aberta a toda a população
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego