10/07/2020 às 04h43min - Atualizada em 10/07/2020 às 04h43min

Milícia que queimava casas e cobrava por oferecer segurança é alvo da PCDF

Operação Livramento colocou fim a tentativa de restabelecimento da organização criminosa em Sobradinho

Policias da 13° DP (Sobradinho) cumpriram, na manhã desta quinta-feira (9/7), três mandados de prisão no acampamento Dorothy Stang, em Sobradinho. Os detentos têm 20, 31 e 34 anos, todos com passagens pela polícia por tráfico, porte de arma, homicídio e roubo.

Os alvos foram criminosos que, após a prisão de oito comparsas em março, tentavam reorganizar a quadrilha. Eles atuavam com características de milícia: ameaçavam e até ateavam fogo nas casas de moradores que não compactuavam com suas ideias.

 

Placas foram colocadas nas residências para indicar a volta da atividade do grupo, com o nome de “ronda”. Moradores que se opusessem à milícia eram expulsos. Confira:

1

No bar de um dos presos, ainda foram apreendidos 110 maços de cigarro, sem nota fiscal e de procedência ignorada. Agora estão em prisão preventiva (até o fim do processo), pela prática de “associação criminosa” (artigo 288 do CP), com pena prevista de 4 a 8 anos de reclusão.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »