22/01/2021 às 05h30min - Atualizada em 22/01/2021 às 05h30min

Escolas privadas retomam aulas no DF com previsão de 60% de estudantes em sala

Segundo sindicato que representa os professores, docentes ainda estão com medo da 2ª onda da pandemia de coronavírus

Metade das escolas particulares do Distrito Federal retomam o calendário do ano letivo de 2021 nesta segunda-feira (25/1) e a expectativa é que pelo menos 60% dos estudantes moradores de regiões administrativas mais carentes voltem ao ensino presencial. Já no Plano Piloto, Lago Sul e Lago Norte, essa previsão cai para 40%.

A estimativa do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares do Distrito Federal (Sinepe/DF). “Diferentemente do ensino público, as particulares não têm um calendário único. Cada escola tem liberdade de decidir a melhor forma de organizar o calendário”, explicou a presidente do Sinepe, Ana Elisa Dumont.

Segundo Ana Elisa, as instituições estão seguindo todos os protocolos sanitários e, de modo geral, os pais insistem pela manutenção das aulas presenciais. No entanto, para o Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinproep), a segurança sanitária da comunidade escolar não evoluiu desde o início da pandemia.

“Estamos na expectativa de voltar as aulas da mesma forma que finalizamos, ainda sem uma vacinação da categoria ou da comunidade escolar”, lamentou Rodrigo de Paula, diretor jurídico Sinproep. O primeiro plano de vacinação do Governo do Distrito Federal (GDF) colocava os docentes na 1ª etapa de imunização, mas tal medida acabou revista.

“Os professores ainda estão retornando com muito receio da pandemia, principalmente da 2ª onda. Orientamos pelo seguimento das medidas aprovadas na Justiça do Trabalho, de afastamento e testagem. Além disso, possivelmente grande parte dos alunos vai permanecer na aula virtual”, disse.

Segundo o diretor jurídico, outra medida importante é o “afastamento de professores em grupo de risco ou com alguma comorbidade”, frisou Rodrigo.

Aulas presenciais

Após seis meses de trabalho remoto, adotado em razão da pandemia de coronavírus, as escolas particulares conseguiram em audiências de conciliação mediadas pela Justiça o direito de retornar com as aulas presenciais ainda em 2020.

Enquanto isso, no ensino público a expectativa da Secretaria de Educação é que a modalidade seja retomada no ano letivo de 2021, que começa em 8 de março.

Veja fotos da volta às aulas presenciais do ano passado:

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »