01/06/2018 às 07h08min - Atualizada em 01/06/2018 às 07h08min

PCDF prende suspeito de tentar matar jovem e divulga imagem de foragido

Dupla atirou nove vezes contra um rapaz que caminhava pelo do Setor O. Além da imagem do preso, a PCDF divulgou foto do foragido para ajudar em sua captura.

Jbr

Investigadores da 24ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, prenderam, na noite dessa quarta-feira (30), um rapaz de 19 anos, apontado como suspeito de tentar matar um outro jovem, também de 19. O suspeito, identificado como Rafael Thiago do Prado, conhecido como Peixinho, foi capturado por força de um mandado de prisão preventiva.

De acordo com a Polícia Civil, Rafael é um dos membros da Gangue 17 do Mal. A tentativa de homicídio que o levou para atrás das grades ocorreu por volta das 20h do dia 31 de março, na QNO 19. Segundo o apurado, a vítima estava sozinha e andava na rua, quando foi atingida por vários disparos de arma de fogo.

Conforme os investigadores, Rafael e o comparsa Marcos Vinícius Barbosa dos Santos, conhecido por Marcos Vini, 19 anos, estavam dentro de um VW Corsa, quando atiraram nove vezes contra a vítima. Marcos Vini, segundo a PCDF, é considerado o líder da organização criminosa. Ele está foragido e também se encontra com mandado de prisão preventiva em seu desfavor.
 

A corporação divulgou imagens do suspeito para que facilite a sua localização. O cidadão que souber do paradeiro do criminoso por fazer denúncias anônimas pelos seguintes canais da PCDF: Telefone 197, ligação é gratuita; o e-mail:
denuncia197@pcdf.df.gov.br e o WhatsApp (61) 98626-1197.

Briga de gangues

Nesta semana, a Polícia Civil elucidou os assassinatos da criança Maria Eduarda Rodrigues de Amorim e do jogador de futebol Cristian Henrique Nogueira de Lima. Conforme a corporação, as duas mortes estão vinculadas e têm como motivo uma briga de gangues do Setor O, em Ceilândia. A crise entre os criminosos inflamou após a fuga de dois adolescentes de unidades de internação do DF neste mês. De acordo com a polícia, menores tentam ocupar os cargos deixadas por adultos presos nos grupos conhecidos como Expresso 18 e 17 Terror.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »