30/04/2019 às 17h39min - Atualizada em 30/04/2019 às 17h39min

luno mata coordenador de escola no Entorno do DF

Caso aconteceu no Colégio Estadual Céu Azul, no município de Valparaíso, na tarde desta terça-feira (30/04/2019

Um aluno do Colégio Estadual Céu Azul, localizado em Valparaíso (GO), baleou um coordenador da unidade de ensino nesta terça-feira (30/04/2019).

Segundo informações da Polícia Militar do município, o estudante do 2º ano do ensino médio teria tido uma discussão com uma professora pela manhã, voltou à tarde armado e disparou contra o educador, que teria apartado a confusão ocorrida mais cedo.

A vítima levou quatro tiros, segundo a Polícia Militar de Goiás, e foi identificada como Júlio Cesar Barroso de Sousa, 41 anos. Ele teria sido atingido nas costas.
 

O caso aconteceu por volta das 15h, no município goiano que se localiza a 35km de Brasília. A Polícia Militar goiana faz buscas na região para achar o atirador. As primeiras informações são de que houve pânico e correria no colégio.

Às 16h30, a Polícia Civil estadual disse que o suspeito já foi identificado, mas ainda não foi apreendido.

Preocupação em todo o país
O caso ocorre pouco mais de um mês após o massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), quando dois ex-alunos assassinaram oito pessoas e se mataram em seguida.

Devido à tragédia, o Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu, em 19 de março, reforçar a segurança nas escolas públicas, especialmente após uma série de ameças que unidades de ensino local passaram a receber.

Em reunião com os secretários de Educação, Rafael Parente, e de Segurança, Anderson Torres, e a comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sheyla Sampaio, o governador, Ibaneis Rocha (MDB), decidiu aumentar o contingente policial nas unidades de ensino.

Além disso, serão intensificadas as rondas das equipes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) em torno dos colégios.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »