18/12/2016 às 21h23min - Atualizada em 18/12/2016 às 21h23min

Erivaldo Alves: Um exemplo de homem público, que sabe valorizar as pessoas.

“Este reconhecimento por parte de Erivaldo Alves, foi o melhor presente que recebi neste ano (2016) que se finda”: Vital Furtado

Vital Furtado
Tem pessoas, as quais fazemos questão de nos  espelhar nelas. Não pela posição, pelo poder aquisitivo ou por sua trajetória profissional e política, mas, pelo seu caráter, transparência e acima de tudo a humildade. No meu conceito, Erivaldo Alves é uma dessas pessoas em que muitos deveriam copiar o exemplo.
 
Somos amigos íntimos, quase irmãos, desde o ano de 1994. Tão logo o conheci, ainda garoto, ele andava de bermuda e, bom de bola, ganhou o apelido de BATISTUTA. Foi justamente nessa época que estreitei meu relacionamento com ele, passando a admirá-lo pela humildade, por saber agir na hora certa e por ser um moço de poucas palavras. 
 
Seu caráter e habilidade política lhe renderam o primeiro emprego, já em 1995, como assessor político do distrital Wasny de Roure e, daí pra cá, sua ascensão e carreira política tem sido a mais notória da cidade de Santa Maria, motivo pelo qual sempre em minhas matérias, me reporto a ele como ‘O MORADOR ILUSTRE DE SANTA MARIA’. Ninguém até hoje, em nossa cidade, em tão pouco tempo, teve tanto destaque quanto Erivaldo que, apesar dos relevantes cargos, fez da humildade a sua bandeira de honra.
 
Tive o privilégio e satisfação de ser convidado por Erivaldo para fazer seu perfil político profissional, o qual ele apresentaria por ocasião da disputa da presidência da Zonal do PT em Santa Maria. Vencedor da eleição, nossa amizade ficou mais sólida, e pasmem, ele Petista e eu Pemedebista, partidos arquiinimigos na época. Isso gerou muitas intrigas no meio Petista local.
 
De presidente da Zonal, preparei o currículo de Erivaldo para a Disputa da vice presidência do PT DF e, saímos vitoriosos. Depois, veio à mesma apresentação para o cargo de administrador regional de Santa Maria, porém, um acordo entre PT e PMDB (na época), fez com que ele abrisse a mão para outro morador da cidade nos dois primeiros anos de mandato. Após esse acordo, Erivaldo respondeu pelo comando político administrativo de Santa Maria pelo período de 14 meses.
 
Terminado seu cargo como administrador regional de Santa Maria, meu meio irmão Erivaldo Alves estava lá na extinta Federação Metropolitana de Futebol (DF) como vice presidente. Mas, na eleição futura, sagrou-se como presidente eleito pela maioria esmagadora de votos e, como grande feito, transformou a FMF em Federação de Futebol do Distrito Federal-FFDF.
Meu amigo, meio irmão e morador ilustre de Santa Maria é o Atual presidente da FFDF e foi chefe da delegação da seleção brasileira sub 20 na Coreia do sul*.
 
Com muita honra eu declaro que, de BATISTUTA ao grande Gestor a nível nacional que Erivaldo Alves é hoje, eu não vi diferença na sua forma de lidar comigo e com mais alguns amigos. A mesma serenidade! Sempre! E ainda ressalto a lealdade dele para comigo. Ouço muitos dizer: Vocês são tão amigos e Erivaldo não lhe leva para a Assessoria de Imprensa da FFDF? A minha resposta é a de sempre: ‘Amizade é para se desfrutar, mas, nunca para se tirar proveito’. Além do mais, tem a chamada dor de cotovelo.
De minha parte,enquanto vida eu tiver, quero ser conhecido como o amigo mais leal que Erivaldo já teve, e não, como uma pessoa que pela amizade ele teve que carregar a tiracolo.
A amizade e o reconhecimento de Erivaldo Alves por meu trabalho e pela minha pessoa me bastam. Apenas isso, é motivo de muita honra.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Oportunidade_de_emprego