01/03/2019 às 07h15min - Atualizada em 01/03/2019 às 07h15min

Homem é preso se masturbando ao lado de mulher em ônibus, na BR 040

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Luziânia. Ônibus saiu de Brasília e seguia rumo a Belo Horizonte

Correioweb

Durante uma viagem de ônibus entre Brasília e Belo Horizonte, na noite dessa quinta-feira (28/2), um homem de 60 anos foi detido pela Polícia Militar de Goiás (PMGO) por importunação sexual. Segundo a PMGO, o senhor teria "colocado o órgão genital para fora enquanto estava sentado ao lado de uma garota, de seus 25 anos, e começou a se masturbar".
 
 
 
A mulher, assim que percebeu a situação, alertou aos passageiros do banco de trás sobre o crime. Eles acionaram a Polícia Militar quando percorriam a BR 040, na altura de Luziânia.
 
Após a denúncia, militares foram até a rodovia esperar o ônibus se aproximar. Assim que o veículo da empresa Severo Turismo passou pela viatura, o motorista estacionou e abriu as portas para a abordagem dos policiais. Uma passageira, que preferiu não se identificar, conta que a vítima ficou assutada. "Era uma menina, bem nova. Assim que parou, ela saiu correndo. Os policiais entraram no ônibus, viram a mochila dele e, depois, veio falar para a gente que teríamos de ir para a delegacia, porque outras pessoas viram ele se masturbando", disse. 
 
Além de passar cerca de 20 minutos à beira da BR 040, os cerca de 60 passageiros tiveram de voltar à delegacia para o registro do boletim de ocorrência. Até a última atualização desta reportagem, os passageiros esperavam as diligências da Polícia Civil de Goiás.

O sargento Antenor Ribeiro, da PMGO, foi um dos policiais que realizou a abordagem. Ele conta que foi preciso levar todos os passageiros e o ônibus para a delegacia por causa das testemunhas. "É extremamente importante que as testemunhas falem o que viram para a delegada. Com a nova legislação, o senhor deve ser preso mesmo que não tenha chegada a encostar na menina com o órgão genital. Mas, para isso, ela precisa dos relatos", detalha. O suspeito foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.
 
O crime foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia de Luziânia. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »